Por:

Saiba como detectar mentiras através do sorriso

2016-07-22 11.54.15Ainda que alguns de nós sejamos capazes de intuir a falsidade de um sorriso, são poucos os que sabem explicar o que os levou a tirar essa conclusão. A justificação está nos músculos da cara que se mexem quando sorrimos e que se movem com maior ou menor intensidade em função da sinceridade e espontaneidade do sorriso.

Na nossa cara temos dois músculos que se chamam zigomáticos maiores e que vão desde os cantos da boca até às maçãs do rosto e que quando contraídos nos permitem sorrir. Ora, se o sorriso tiver uma origem numa emoção genuína, então estes músculos vão ser contraídos, os cantos da boca levantam e os abaixo dos nossos olhos formam-se pequenas ruguinhas, os pés de galinha.

smile 2

A rapidez com que surge o sorriso

Um sorriso verdadeiro demora mais tempo a aparecer porque é preciso tempo para processar o estímulo que motiva o sorriso.

A frequência e a duração do sorriso

Os sorrisos autênticos aparecem de forma sucessiva e duram um pouco mais do que os falsos. As pessoas não reagem a uma situação engraçada genuinamente e de repente deixam de sorrir como se nada tivesse acontecido, durante uns segundos a seguir à situação tem pequenas explosões de diversão.

gif 1

A largura e a simetria do sorriso

Ao contrario do que possa pensar, a sinceridade de um sorriso é inversamente proporcional ao seu tamanho e á sua simetria. A lógica deste raciocínio é que quando queremos fingir um sorrir tendemos a não conseguir medir bem o seu tamanho e a exagerá-lo.

O músculo zigomático maior dificilmente se manipula voluntariamente da mesma forma que se contrai quando sorrimos com vontade – é um autêntico detector de mentiras.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *