Por:

Desporto ao fim-de-semana pode ser tão saudável como treinar todos os dias

Quantas semanas chegam ao fim e a sua consciência pesa quando percebe que mais uma vez não fez exercício físico?

Nos dias que correm, não há ninguém que não conheça os benefícios do exercício físico. Para além de melhorar a qualidade de vida a todos os níveis, os estudos são claros – o desporto pode ter impacto no aumento da esperança média de vida.

No entanto, entre trabalho e outras obrigações, o dia-a-dia pode não nos deixar muito tempo para as actividades físicas. E, para além disso, nem todos temos motivação para treinar numa base diária ou até mesmo 3 a 4 dias por semana.

Quantas semanas chegam ao fim e a sua consciência pesa quando percebe que mais uma vez não fez exercício físico?

Se este é o seu caso, não desespere, tenho uma boa notícia para si! Aqueles que treinam vigorosamente ao fim-de-semana podem ser tão saudáveis como aqueles que praticam exercício moderado 5 vezes por semana.

O primeiro e mais recente estudo foi publicado pela revista científica JAMA Internal Medicine, e diz-nos que o “exercício físico intenso ao fim-de-semana pode ser suficiente para reduzir o risco de mortalidade por todas as causas, incluindo doenças cardiovasculares e cancro”.

Os investigadores britânicos concluíram que as pessoas que praticavam 150 minutos de actividade física moderada, 5 vezes por semana, eram tão saudáveis como aquelas que “praticavam 75 minutos de actividade física intensiva 1 ou 2 vezes por semana”.

Tanto a Escola de Saúde Pública de Harvard como a Universidade de Saarland, na Alemanha, tinham chegado a conclusões semelhantes. Nesta última, os investigadores deduziram que aqueles que realizam um treino intensivo ao fim-de-semana estavam tão em forma, como aqueles que praticavam exercício moderado 5 vezes por semana.

Se passou mais uma semana e não entrou no ginásio uma única vez, não se sinta derrotado, ainda tem o fim-de-semana todo pela frente! Mas lembre-se, independentemente desta amostra, o importante é manter-se activo e perceber qual das modalidades de treino lhe traz mais equilíbrio e bem-estar.

 

Referências:
http://jamanetwork.com/journals/jamainternalmedicine/article-abstract/2596007
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/15383407
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/16874148

Deixar uma resposta